Notícias

Por que o Google Maps saiu no iOS6?

Quando saiu o iOS novo fiquei sabendo que a Apple tiraria o Google Maps. Minha namorada diria “Tô passada! Por que? Por que? Por queeeee?”. Fui atrás de descobrir. Vamos lá:

Por que a Apple usou então o Google Maps antes?
Porque em 2005, quando planejava o iOS para o lançamento do iPhone, o Google era um provedor neutro de mapas. E mais: também interessado em expandir para o segmento de mobiles. Outra possibilidade seria o Navteq, mas já estava com a Nokia. Tanto a Apple quando o Google tinham interesses semelhantes, eram marcas de alto consumo e um inimigo em comum: Microsoft, que avançava com o Windows Mobile. Então, por que não juntar os trapinhos e ser feliz?

Quem terminou com quem?
Digamos que uma se cansou da outra. A Apple não quis renovar a licença com o Google, que ainda tinha alguns meses para terminar quando o iOS 6 foi lançado. Mas a Apple também havia sido frustrada pela recusa do Google em permitir o acesso à navegação por dirigida por voz turn-by-turn e gráficos vetorizado para o mapeamento; que o Google manteve apenas para o Android, garantindo-lhe uma vantagem. Nesse meio tempo, a Apple não deixou o Google oferecer o serviço de Latitude, que rastreia o usuário no mapa
Com o tempo, a negociação se tornou inviável já que Google se tornou um concorrente direto da Apple com o Android.

Quem pagava para quem quando tínhamos Google Maps nos iOS?
Essa é uma pergunta nebulosa. Reza a lenda que a Apple pagava ao Google o direito de uso do Google Maps e que as duas companhias dividiam os lucros das propagandas que apareciam nos mapas.

Quem saiu perdendo mais com a saída do Google Maps?
Os dois lados saíram perdendo. Google perdeu o acesso a localização e a informações de milhões de usuários do iOS, assim como a oportunidade de vender propagandas de acordo com a localização do usuário (considerando que grande parte dos usuários são americanos, que também representa o maior mercado do Google, podemos dizer que foi uma perda significante).
Já a Apple foi bastante criticada pela má qualidade do aplicativos de mapas substituto e virou motivo de piada na internet.

Minha opinião.
A Apple é uma marca que sempre foi conhecida e reconhecida por sua qualidade excelente. Diferente de muitos de seus concorrentes, sempre colocou a satisfação do seu usuário em primeiro lugar. Transformar uma tarefa simples em uma experiência inesquecível. Isso a tornou a gigante que é hoje.
Fazer o maior carnaval para o lançamento dos novos produtos este ano para entregar um produto com um aplicativo inacabado (vamos combinar que esse novo mapa ainda não é um substituto do Google Maps) me fez perceber que a Apple está mudando sua forma de ver o usuário: apenas como consumidor, ou seja, aquele que consome, que paga.
A longo prazo, uma marca com sua imagem arranhada é muito pior do que perder dinheiro de propaganda.

Fonte: The Guardian

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s